Vamos falar de teatro?

Muito se fala aqui sobre música, cinema, e travestis mas agora é hora de falar do teatro, dentro do contexto do mercadopop, cla-aro!

Atualmente nos palcos nacionais, para ser mais especifica, palcos paulistas, o babado da vez é a peça IMPROVÁVEL.

O teatro se baseia em jogos de improvisos, e tem claras e assumidas influências dos programas humorísticos de improviso norte-americanos, como o famoso Whose Line Is It, Anyway?

Antes de falar que no Brasil nada se cria, tudo se copia, saiba que, o espetáculo conseguiu ser melhor do que os próprios programas que lhe deram origem, e quer saber porquê? Porque juntou-se a fórmula dos EUA, com o jeitinho espontâneo, autêntico e sacana brasileiro de fazer humor!

Para quem mora em São Paulo, e tem chance de assistir o espetáculo ao vivo, vá! O Improvável acontece toda última quinta-feira do mês no Teatro Jardim São Paulo!

Para quem não mora na região, é torcer para que a peça entre em tour pelo país!

Aproveite para conferir o 3º Festival Jogando no Quintal de Improvisação, que começa hoje no Teatro Santa Cruz e vai até o dia 05 de outubro, contando com a participação de artistas da Argentina, Chile, Colômbia e Brasil.

Fique ligado através do site oficial e do canal oficial no youtube

Assista um dos diversos vídeos disponiveis do Improvavél no youtube, um espetáculo provavelmente bom!

Anúncios

Mamma Mia!

A história de Donna, uma mãe solteira, com a sua filha Sophie de 20 anos de idade, moram desde os anos 70 numa pequena ilha grega, onde vivem de uma modesta taverna. Sophie, de casamento marcado com o seu noivo Sky, quer que o seu pai esteja presenta no casamento. Só há um pequeno probleminha… Ela não sabe quem é o seu pai.
No diário da sua mãe, Sophie descobre que há 3 possíveis pais. Esta incerteza tem que ter um fim antes do seu casamento, assim, ela acaba por convidar os três potenciais pais para a cerimônia.

MAMMA MIA, o filme, foi baseado num show musical, que inclui canções conhecidas do grupo de música pop sueco ABBA. O musical, com os sucessos mundiais “Dancing Queen”, “Super Trouper” e “The Winner Takes It All”, entre outros, é – CLARO – uma comédia.

O musical teve estréia em Londres (UK) em 6 de Abril de 1999, exatamente 25 anos após o ABBA ter ganho o Festival Eurovisão da Canção com a canção “Waterloo” em 1974.

Até finais de 2006 o musical “Mamma Mia!” foi visto por mais de 35 milhões de espectadores encantados em todo o planeta, sendo assim o musical com maior sucesso a nível mundial, ultrapassando os sucessos de musicais famosos como Cats ou Fantasma da Ópera.

Agora, em 2008, o sucesso dos teatros vira filme e já lotou a pré-estréia – a qual eu compareci nesta noite.

Pra quem gosta de música, diversão, muitas risadas e bons atores, esse filme é SUPER indicado. Quer dizer, quem é que um dia pensou, imaginou, ou sequer sonhou ver MERYL STREEP cantando e dançando ABBA na telona do cinema? De uma Diaba da Moda para uma mãe de noiva serelepe foi um grande salto! E Meryl Streep sabe exatamente tirar o medo que a gente sentia dela em “O Diabo Veste Prada”.

Sem contar outras figuras clássicas do bom cinema como PIERCE BROSNAN, nosso eterno James Bond – que canta maravilhosamente BEM, diga-se de passagem – e COLIN FIRTH, o queridinho de “O Diário de Bridget Jones” e “Simplesmente Amor”.

Sobre a música… Incrivelmente contagiante. Uma releitura hiper bem feita dos sucessos do ABBA, e até quem não gosta, DANÇA JUNTO! E CANTA TAMBÉM. (Vejo pelo meu exemplo que me esguelei cantando Dancing Queen no meio do cinema, galera).

Pra quem quer saber mais sobre a peça e o filme, estejam à vontade para clicar nos links abaixo:

MAMMA MIA, Wikipédia
MAMMA MIA, O FILME
MAMMA MIA, A PEÇA

😉 Não deixe de comprar seu ingresso!

Devo pedir desculpas ao Pacheco, que estava doido para ver comigo, mas não deu, amigo. Quando vi, já tava lá. 8)

Curta…

headersamantha.jpg

5stars.jpg

Ontem eu tive o prazer de assistir, na primeira fila do teatro, o espetáculo de Samantha Schmütz, “Curtas”, no teatro do Sesi em Jardim da Penha, Vitória. Pra quem não sabe quem é Samantha Schmütz, é ela quem interpreta o Juninho Play, das noites de sábados no Zorra Total. A peça é um monólogo de comédia em que a atriz interpreta vários papéis, desde uma sexóloga colombiana até uma cantora de churrascaria mal-sucedida.

223647.jpg

Samantha já começa interpretando uma “jovem” senhora de 64 anos animadíssima, que se apresentou como Leonina Borges Buaiz – o que prova que a atriz estudou bastante para trazer sua peça pra cá. Para quem não esteve em Vitória pelos últimos 10 anos e não sabe quem é a família Buaiz, eles são os mais ricos da cidade, donos de mais da metade de tudo daqui. Sabendo disso, as piadas não acabaram por aí. “Vocês tão rindo? Lá de Guarapari até aqui, é tudo meu e do meu marido.” Além disso, ela diz que só não faz cirurgia plástica, quem não tem dinheiro. Contando a história de como Leonina conheceu seu marido, ela ainda solta: “Ele me levou lá no… Status… Ele queria me impressionar…” Um dos pontos altos da personagem, é ela dançando “Dancin’ Queen”, do Abba.

samanthaejuninhoplay2.jpg

Logo depois, ela se transforma em uma “sexóloga e maravillosa” colombiana (suas próprias palavras). Nessa esquete, ela não perde a chance de zuar com a platéia. A partir daí, é só diversão. Samantha passa por Bailante dos Santos – uma sátira a Daiane -, por uma menina que anuncia a Barbie Travequinha, o sempre divertido Juninho Play, a aspirante a cover oficial de Britney Spears, Vãnessa Tietê (com til mesmo), e a cantora de bar, Fá-ti-ma – personagem que também naão perdeu a chance de dizer que mora em Setiba e de anunciar o camarão na moranga a R$18,70.

Eu desafio alguém a sair de lá sem rir do início até o final! A única coisa que deixa a desejar é o preço um pouco salgado, mas é muito bom!

Abaixo segue um pedaço do espetáculo em que Samantha Schmütz interpreta o Juninho Play. Divirta-se:

Samantha continua em Vitória hoje, com duas sessões – uma às 20h e outra às 21h, no Teatro do Sesi em Jardim da Penha. Amanhã, ela vai para Linhares e na Terça, para Cachoeiro de Itapemirim.

Espetáculo “Curtas”

Vitória
Data: 28, 29 e 30 de março
Local: Teatro do SESI – Rua Tupinambás, 240, Anexo ao SESI de Jardim da Penha, Vitória – ES
Horário: 20h e 21h30
Ingressos: R$ 60,00 (inteira) e R$ 30,00 (meia) para estudantes com carteira 2008 e idosos a partir de 60 anos.
Informações: 3323-0476
Realização: Ratimbum Produções de Artes

Linhares
Data: segunda-feira (31 de março)
Local: Unilinhares
Horário: 21h

Cachoeiro de Itapemirim

Data: terça-feira (01 de abril)
Local: Teatro Rubem Braga
Horário: 21h

PS: Vale cada centavo!!!