A deusa da beleza

Kylie, Kylie, Kylie. A cada dia que passa, é mais difícil não gostar de você. O mais recente lançamento da cantora – não necessariamente tãããão recente assim – é o álbum “Aphrodite”, em que ela encarna a deusa da beleza, do amor e da sedução. O sucessor do “X” (que você já leu aqui – e a turnê aqui).

O mesmo europop que Kylie faz com maestria elevado a outro nível. Isso é “Aphrodite” – o quinto album de Minogue a chegar ao primeiro lugar. Como não há demais introduções a fazer a Kylie, vamos ao que realmente interessa: a crítica faixa-a-faixa do álbum.

Clique em “Continue lendo…” para também ver os clipes de Kylie.

All The Lovers
“Dance! It’s all I wanna do…”. Esse é o primeiro verso dessa midtempo que não há ninguém melhor que faça se não ela. É o lead-single do álbum. É bastante envolvente. Dá vontade de ouvir no volume máximo. Não é a melhor do CD, mas está quase lá. A voz de Kylie está bastante sexy e a música vai crescendo a cada momento.
Nota 8.

Get Outta My Way
Indiscutivelmente a melhor! Um instrumental bastante etéreo introduz as batidas de uma uptempo que foi a melhor escolha para segundo single que qualquer cantor poderia fazer em toda a sua carreira. Esse é o tamanho de Get Outta My Way. Produzida por Stuart Price, que é responsável por grandes sucessos da carreira de Madonna, é uma música impossível de não se dançar. Não tem como não gostar. São 3:39 que dá vontade de que sejam 30 minutos! O clipe da faixa é alucinante. As luzes que você vê, não foram adicionadas na pós-produção. Elas foram desenvolvidas sobre a coreografia e tudo foi sincronizado e ensaiado junto! O máximo.
Nota 10 mil!

Put Your Hands Up (If You Feel Love)
Outra excelente faixa. Super estilo David Guetta. Dá vontade de se jogar na pista de dança. Sabe aquela música que começa pequena, cresce, diminui e depois cresce de novo e não dá vontade de parar nunca? Pois é.. É essa.
Nota 10.

Closer
A primeira vez que ouvi essa faixa, ela me incomodou um pouco. É outra midtempo. Bem etérea também, porém bem diferente de Get Outta My Way – que é mais alegre. O refrão te dá vontade de cantar junto, isso sim. É uma música boa. Só.
Nota 7.

Everything Is Beautiful
A melhor midtempo do álbum. O piano nela é emocionante. Acredito que faria bonito se fosse single, graças ao poder de grudar de um bom chiclete. Não tem como você não se pegar repetindo “Beautifuuull… Beautifuull…”. Sou perdidamente apaixonado por essa faixa. (Era até meu ringtone, mas nao conta pra ninguém, viu? rs). Só acho meio curta. Lembra a versão de Erotica/You Thrill Me da Madonna, para a Confessions Tour.
Nota 10.

Aphrodite
É uma música mais hip. Não é a minha favorita, mas está longe de ser ruim. Acho que só foi escolhido como nome do álbum, pelo efeito do nome. Tem o refrão bem forte. É bacana ver a Kylie cantando com bastante convicção dizendo que “I’m fierce and I’m feeling mighty, I’m a golden girl, I’m an Aphrodite”. É outra boa, mas não serve para single.
Nota 8.

Illusion
Um coral de vozes da Kylie, seguido de uma melodiazinha super simpática introduz a faixa. Uma também mais hip. Super gostosa de ouvir. Tem vários sussurrinhos dela fazendo “ah ah” junto ao instrumental. Uma delícia. Gosto muito. Você até tenta se juntar ao coralzinho, mas geralmente, sem sucesso. rs
Nota 9. 

Better Than Today
O terceiro single do álbum, mas que dificilmente supera os dois primeiros. Super deliciosa a faixa. Dá vontade de dançar. É mais que uma midtempo mas menos que uma upbeat, entende? rs. Dificil classificar. Uma curiosidade é que a própria Kylie foi quem dirigiu o clipe da música – que, desculpa dizer assim, Kylie, mas ficou super fraquinho, hein? Mas é uma música super feliz.
Nota 9.

Too Much
Outro ponto alto do álbum. Outra super upbeat no estilo tuntz tuntz que incendeia a pista de dança. Sintetizadores aos montes dão uma batida deliciosa à musica. Excelente.
Nota 10.

Cupid Boy
Sabe aquela música que todo CD tem, que não faria falta nenhuma? Que parece que só colocaram pra dar aqueeeela enchida de linguiça? Aqui está ela. Bem no final do álbum, como já era de se esperar, não? A batida é boa, mas a melodia é meio estranha. Me incomoda. O refrão me dá a impressão de preguiça. Não é inaudível, mas dá pra pular a faixa.
Nota 6.

Looking For An Angel
Como a música fala de anjos, o início não poderia ser diferente de um acorde de violinos, com uns “aaahh” celestiais, né? Pois é. É bastante upbeat, super deliciosa. Longe de ser a melhor do álbum, mas boa. Só.
Nota 8.

Can’t Beat The Feeling
Não consigo pensar numa faixa melhor para encerrar o álbum. Super upbeat, feliz e alegre. Uma delicia de cantar, dançar. É uma música envolvente. Kylie é Kylie, né? Dá vontade de dançar. Uma das minhas preferidas desse álbum também.
Nota 9.

Anúncios

2 pensamentos sobre “A deusa da beleza

  1. Pingback: Tweets that mention A deusa da beleza « Mercado Pop -- Topsy.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s