A rainha do Auto-tune…

Eu jurava que a detentora desse título era a Britney Spears. Sério! Vamos combinar: desde 1998, o portfolio da empresa produtora do auto-tune deveria ser as músicas da Britney. Outros cantores podiam até usar, mas a única que tínhamos certeza absoluta era ela.

Mas isso só até 2009, quando surgiu nossa doidinha do cabelo oleoso Ke$ha, que estourou mundialmente com o hit “TiK ToK”. Kesha Rose Sebert é de Los Angeles e compôs e produziu todo o seu primeiro álbum, Animal”, pela RCA Records/Sony BMG – a mesma de Christina Aguilera. A produção ficou por conta de Ke$ha, Dr. Luke, Max Martin – um dos grandes responsáveis por alguns dos maiores sucessos de Spears – e Benny Blanco. O primeiro single, lançado em agosto, foi sucesso mundial – e ainda é – e ficou por várias semanas em primeiro lugar em diversos países e também na Billboard Hit 100.

Antes de lançar seu CD, já fez backing vocals para Britney Spears – na faixa “Lace and Leather”, do álbum “Circus” e Paris Hilton. Claro que não perdeu a chance de ganhar um pouco de publicidade em cima da primeira, tecendo comentários desnecessários – e depois desmentidos – sobre a cantora.

Em compensação, o sucesso de “TiK ToK” foi tanto que até Os Simpsons alteraram a abertura do desenho para uma versão dos personagens dublando a música. O álbum em si é bastante eletrônico e muito bom e bastante dançante. Tem uma qualidade bastante superior a outros álbuns pop da atualidade. Vamos à crítica faixa-a-faixa.

Para ler a crítica faixa-a-faixa, ver a abertura de Os Simpsons e ver alguns clipes de Ke$ha, clique em “Continue lendo…”

1. Your Love Is My Drug
O início da música já dá o tom do álbum – de festa. O refrão é grudento e, por isso, foi escolhido para ser o terceiro single do álbum. Pelo menos o pé a gente fica batendo. Envolvente. Ke$ha já mostra os primeiros sinais de amor pelo auto-tune.
Nota 9.

2. TiK ToK
O lead single do álbum. Acho que dispensa comentários. Brilhante. A única coisa que não condiz com a música, excelente, é o clipe, um tanto quanto fraco.
Nota 10.

Assista ao clipe:

3. Take It Off
Logo os primeiros versos da música, revelam uma melodia que nós já conhecemos, mas que não sabemos de onde. As batidas, secas, são de um eletro bem pesado. É outra música bastante envolvente. Tem potencial de um single que faria muito bonito nas paradas.
Nota 9,5.

4. Kiss ‘N’ Tell
Está longe de ser uma das melhores músicas do álbum. A sorte desta faixa é que tem piores. Rs. O auto-tune faz mais uma visita bastante notável nessa música. A batida lembra muito “Hot ‘N’ Cold”, da Katy Perry.
Nota 7.

5. Stephen
A primeira midtempo do CD. Tem uma melodia bastante melancólica e marcante. Bem chicletinho. Ela abusa dos efeitos de voz no refrão.
Nota 8.

6. Blah Blah Blah
Em parceria com 3OH!3, essa faixa é marcantíssima, e mais uma que fica entre as melhores do CD. Os sintetizadores de “TiK ToK” fazem uma visita bem marcante nessa faixa. É a segunda música de trabalho do álbum. Não tem como não colocar no repeat.
Nota 10.

Assista ao clipe:

7. Hungover
Finalmente, uma música em que podemos ouvir o potencial vocal (?) de Ke$ha. Algo entre uma midtempo e uma balada. Uma melodia também bem melancólica e marcante.
Nota 9.

8. Party At A Rich Dude’s House
Bem rockzinho. Super Avril Lavigne. Tá bem longe de ser uma das melhores, mas é super Katy Perry com P!nk. Uma voz muito gritada toma conta dessa música. Pelo menos uns oh oh oh’s a gente meio que canta.
Nota 6.

9. Backstabber
Essa já briga feio entre as piores do CD.  Eu não tenho comentários. O refrão é irritante demais. Não consigo ouvir até o final.
Nota 5, pelo esforço.

10. Blind
Uma das minhas preferidas. Bem midtempo, com uma batida envolvente e uma melodia bastante notável. Excelentemente produzida. “Você deve estar cego se não perceber que você sentirá minha falta até o dia de sua morte!”, canta. É uma excelente música “cala-a-boca” de ex-namorado. Rs. A voz dela, em algumas vezes parece a da Katy Perry nessa faixa.
Nota 10.

11. Dinosaur
Outra irritantíssima. Não é a Ke$ha cantando, é a irmã dela, não é possível. Intragável. Ela já cantou isso algumas vezes ao vivo. Um SACO!
Nota 4.

12. Dancing With Tears In My Eyes
Outra que amo. “Estou dançando com lágrimas em meus olhos, lutando pra passar a noite, perdendo ar, a cada movimento eu morro.” Essa letra do refrão é tão tocante quanto a melodia. A bridge é emocionante.
Nota 10.

13. Boots & Boys
Meio indefinida no início. A voz de bêbada de Ke$ha prevalece. Não é de toda ruim não. Mas também não é aquilo tudo não.
Nota 6.

14.  Animal
Super etérea. Em alguns momentos lembra algumas músicas do U2. Excelente faixa. Fecha o CD com chave de ouro – nas versões que não têm as faixas bônus, claro!
Nota 9.

15. V.I.P. (Bonus Track)
16. Dirty Picture (featuring Taio Cruz) (Bonus Track) – VALE MUITO A PENA BAIXAR
17. Run Devil Run (Bonus Track)
18. Aliens Invading

Assista à abertura de Os Simpsons ao som de Tik Tok:

Anúncios

2 pensamentos sobre “A rainha do Auto-tune…

  1. Pingback: Tweets that mention NOVO POST] A rainha do auto-tune. Não, não é a Britney. -- Topsy.com

  2. Pingback: RetrOvisOrio.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s