Womanizer

É… Britney Spears está de volta… Bom.. De novo, né? Aliás, sinto dizer que não tão bem quanto foi a volta dela em 2007 com o “Blackout”. Isso, musicalmente falando, né? Afinal, é impossível dizer que aquela apresentação do VMA no ano passado foi melhor que a aparição de Spears no evento desse ano.

O que acontece é que o primeiro single de Britney de seu sexto álbum de inéditas, “Circus” – oitavo de sua carreira, previsto para ser lançado dia 02 de dezembro -, vazou ontem e se chama “Womanizer”. Envolvendo uma grande espera e expectativa, essa música marcaria o retorno pra valer de Spears ao mundo da música, dessa vez, sem problemas – a gente sempre espera.

Só que o retorno de 2008 não é tão bom quanto o seu retorno de 2007. “Womanizer” está longe de ser tão boa quanto “Gimme More”, que tinha um apelo muito maior. O novo single é cheio de repetições, e ao final, você não aguenta mais ouvir a palavra-título da música.

A capa do single é tão futurista quanto o instrumental da música:

É mais ou menos o que Christina Aguilera tentou fazer com seu novo single. Só que não ficou tão bom quanto “Womanizer”, que não é tãão excelente assim. Para quem é fã da moça e conhece suas músicas, é meio que uma mistura de “Toxic” com “Ooh Ooh Baby”. Para quem não é, imagine Katy Perry num dueto com as Pussycat Dolls. O resultado é mais ou menos essa música.

É mais ou menos as músicas do “Blackout” – seu último álbum -, só que mais bem trabalhada.

Mas não se pode negar que é um chiclete. Aliás, todas as músicas mais recentes de Spears têm tido essa característica. Seja, pela repetição das letras, ou pelo instrumental marcante. Em “Womanizer”, é por causa da letra.

O refrão que vai “Boy don’t try to front, I-I know just-just what you are-are-are” se repete-ete várias vezes-ezes até o final da música-úsica deixando os não-fãs bem irritadinhos-inhos.

Para saber mais, baixar a música e ver a letra, clique em Leia Mais…

Só que, boa ou ruim, a música já faz bonito nas paradas americanas. Até melhor que “Gimme More”, no ano passado. “Womanizer” já estreou na rádio Z100 – uma das mais importantes dos EUA – na 4ª posição, enquanto “Gimme More” estreou na 7ª. No iTunes, a música só ficará disponível para download no dia 07 de outubro – longe, né? -, mas no Mediabase, que mede as execuções das músicas, o novo single de Spears conseguiu 5.200 execuções, só no primeiro dia, enquanto o carro-chefe do “Blackout” só conseguiu 1.289.

Muita expectativa também envolve o video do single. Britney passou dois dias gravando e tudo indica que será bem futurista também. Britney estará de peruca preta, e roupa de couro, no maior estilo dominatrix. O modelo Matt Felker, que já trabalhou com Britney no clipe de “Toxic” como o loiro do banheiro do avião. O diretor é Joseph Kahn, que também já trabalhou com Spears nos clipes de “Stronger” e “Toxic” e é conhecido por vídeos com excelentes efeitos.

Ao que tudo indica, o clipe ainda conta com uma coreografia ultra sexy no topo de um arranha-céu em Los Angeles. É mais ou menos “Toxic 2”. Mas assim que o vídeo estrear, a gente postará aqui no Mercado Pop.

Além disso, Spears ainda será capa da revista Atrevida esse mês. A imprensa brasileira já está se preparando para o novo sucesso da cantora.


Música: “Womanizer”
Britney Spears

“Womanizer”
Britney Spears

Superstar
Where you from, how’s it going?
I know you got a clue
What you’re doing?
You can play brand new to all the other chicks out here
But I know what you are, what you are, baby

Look at you
Gettin’ more than just a re-up
Baby, you got all the puppets with their strings up
Fakin’ like a good one, but I call ‘em like I see ‘em
I know what you are, what you are, baby

Womanizer, woman-womanizer
You’re a womanizer, oh
Womanizer oh
You’re a womanizer, Baby

You, you, you are
You, you, you are
Womanizer, womanizer, womanizer (womanizer)

Chorus
Boy don’t try to front I, I know just, just what you are, are, are
Boy don’t try to front I, I know just, just what you are, are, are
(You) You got me going
(You) You’re, oh, so charming
(You) But I can’t do it
(You) You womanizer

Boy don’t try to front I, I know just, just what you are, are, are
Boy don’t try to front I, I know just, just what you are, are, are
(You) You say I’m crazy
(You) I got you’re crazy
(You) You’re nothing but a
(You) Womanizer

Daddy-O
You got the swagger of champions
Too bad for you
You just can’t find the right companion
I guess when you have one too many
Makes it hard, it could be easy, who you are?
But that’s just who you are, baby

Lollipop, must mistake me other sucker
To think that I would be a victim not another
Say it, play it how you wanna
But no way I never gonna fall for you, never you, baby

Womanizer, woman-womanizer
You’re a womanizer, oh
Womanizer oh
You’re a womanizer, Baby

You, you, you are
You, you, you are
Womanizer, womanizer, womanizer (womanizer)

Chorus

Maybe if we both lived in a different world
It would be all good, and maybe I could be ya girl
But I can’t ‘cause we don’t

Womanizer, woman-womanizer
You’re a womanizer, oh
Womanizer oh
You’re a womanizer, Baby

You, you, you are
You, you, you are
Womanizer, womanizer, womanizer (womanizer)

Chorus

Boy don’t try to front I, I know just, just what you are, are, are
Boy don’t try to front I, I know just, just what you are, are, are

Womanizer, woman-womanizer
You’re a womanizer, oh
Womanizer oh
You’re a womanizer, Baby

Anúncios

4 pensamentos sobre “Womanizer

  1. Se me permite dizer, Toxic e Ooh Ooh Baby fariam uma mistura melhor. E Katy Perry é muito boa para fazer um dueto com Pussycat Dolls – que também, comparado à nova “obra” de Britney, é MUITO BOM.
    Acho que Womanizer é um dos piores trabalhos da Britney, – com todo respeito aos fãs, cada um tem seu gosto, e essa musica vai além de deixar as pessoas irritadinhas-inhas. heuheu…
    Para mim, existem maneiras e maneiras de se fazer uma boa música repetitiva, porem boa. Gimme More é um exemplo CLÁSSICO disso: uma música chiclete, muito boa, com batida repetitiva, porém bem harmonizada com melodia marcante e que não enjoa.
    Womanizer é o contrario. Sem harmonia boa, sem melodia admirável e com uma voz completamente computadorizada – mais que o normal – para a Britney.
    Sem contar a repetição demasiada que, convenhamos, parece que o compositor teve um lapso de criatividade e quis encher linguiça com apenas uma palavra e repetindo palavras já ditas como se fosse gago.

  2. Pois eu discordo de vcs. Achei a música ótima e de um apelo comercial sensacional. Não tão boa quanto Gimme More, porém melhor do que a maioria das músicas do “Blackout”.

    Britney já fez “comebacks” BEM piores que este (vide I’m a Slave For You, que eu ainda não entendo o porquê de ter tido tanto destaque, assim como Boys).

    Não é o melhor trabalho da carreira da Britney, mas nas circunstâncias atuais, acho o suficiente. E gostei MUITO do comeback da Aguilera também.
    O problema é que os fãs esperam sempre algo super-sensacional, inovador, nunca antes visto, inesperado, “MIND-BLOWING!” Temos que abaixar um pouco as espectativas, e apreciarmos os artistas pelo q eles são, e não pelo q os fãs gostariam que fossem.

    Resumindo: Poderia ser melhor? Claro que poderia. Mas para mim, é o suficiente. A música é legalzinha, chiclete, e vai pegar!

  3. Pingback: O circo está chegando… « Mercado Pop

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s